Quando pensamos em CoBraLT, o que vem a mente?

5 de março de 2020


Quando pensamos em CoBraLT, o que vem a mente?

 

Por Thiago Rodrigues A. Calderan

 

Algum comitê de algo ou alguma coisa brasileira. Ambas respostas estão corretas. O CoBRALT é sim o Comitê representativo das Ligas de Emergência e Trauma no Brasil.
Como na coluna anterior (os primeiros passos – Dr.Daniel), o Dr Daniel falou que foi criado em 2001 e desde sua criação está vinculado ao órgão que representa o Trauma nacionalmente, que é a SBAIT – Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado.

             Como surgiu a sua participação junto ao CoBRALT, sendo o médico orientador deste Comitê?
             Fui membro da Liga do Trauma da Unicamp de 2001 a 2004, sendo o vice Presidente em minha época de Diretoria. Vivenciei a criação deste Comitê em que o Presidente da Liga do Trauma da Unicamp, Dr. Marcello Schmitt esteve junto com o Dr. Daniel Lima.
Durante o Congresso Brasileiro de Ligas do Trauma – CoLT de 2018, na cidade de Curitiba, recebi o convite do presidente da SBAIT naquela gestão, Dr José Mauro Rodrigues para integrar a gestão 2019-2020 da Diretoria SBAIT, orientando este Comitê, o que aceitei de prontidão, já que vivencio ligas de trauma atualmente, sendo o médico orientador da Liga do Trauma da Unicamp desde 2011.

            Quais foram os desafios neste período?
             O principal desafio foi ressurgir o Comitê, com força e intensidade para realmente representar as Ligas nacionalmente e também, em paralelo, fortalecer os programas já existentes como o Salvando Vidas e o Programa P.A.R.T.Y.
Porém, ao longo do primeiro ano, percebi que necessitamos de algumas oficializações de documentações e regulamentações para funcionar, principalmente junto da SBAIT.

            Como você enxerga o papel do CoBRALT em relação à SBAIT?
             Ambas se complementam. Considero que o CoBRALT é a representação discente da SBAIT. E também, muitos alunos que atualmente estão nas Ligas do Trauma e principalmente no CoBRALT serão o futuro na SBAIT.

           E como as duas podem andar juntos, se complementando?
            A SBAIT pode auxiliar e nortear o CoBRALT em relação aos caminhos e atualizações na área ensino-científica. Porém o CoBRALT pode e deve ser o principal meio de ação em relação às atividades de Prevenção e Extensão.

           Por que o senhor acha que o CoBRALT é o braço direito da Prevenção e Extensão?
           Os acadêmicos de todos os cursos dificilmente podem atuar na parte prática destinada ao trauma, atendendo propriamente o traumatizado,  já que não são profissionais e seus conselhos de classe os impedem disto. Desta forma podem adquirir conteúdos através do estudo aprofundado e ao aprendizado em serviço, através das atividades acadêmicas ou extra curriculares, com plantões supervisionados, aulas e atividades práticas. Mas a Prevenção está ao alcance de todos os acadêmicos, sendo um importante braço da atuação das Ligas acadêmicas.
O que quero dizer com isso? Que todos os alunos podem agir na Prevenção da Doença Trauma.

           Como o CoBRALT se insere nestas atividades de Prevenção e Extensão?
            Como já citei acima, existem dois grandes programas de Prevenção e Extensão, o Salvando Vidas e o Programa P.A.R.T.Y.
O “Programa Salvando Vidas” é um programa de orientação de primeiros socorros a todos os públicos, podendo ser leigos e o ‘Programa P.A.R.T.Y.” é um programa de prevenção dos riscos relacionados ao uso de álcool e drogas e trânsito principalmente para o público jovem.

            Como funciona o “Programa Salvando Vidas”?
             Eu digo que todo evento de prevenção de trauma é um “Salvando Vidas” e pode e deve usar esta chancela para fortalecer a marca e unificar as ações em focos de mídia e divulgação.
Por exemplo, se foi feito uma campanha do transporte das crianças em automóveis de forma segura, denominada “Criança no Seu Lugar”, pode ganhar um sobrenome e veicular junto às mídias do CoBRALT e SBAIT com “Criança no Seu Lugar – Salvando Vidas”.

             Mas como o CoBRALT atua junto ao Salvando Vidas?
             O CoBRALT atua como facilitador. Se você tiver como criar o seu evento de prevenção e extensão, pode contar com o CoBRALT para auxiliar na divulgação, na certificação, desde que cumpra as regras pré determinadas. Porém se há a dificuldade de criação, o CoBRALT elabora um cronograma anual e envia material semi-pronto para a criação do seu evento de Prevenção que pode ser usado na sua região.
E se você criar um material de prevenção de qualidade, pode ser divulgado pelo CoBRALT a todo o Brasil, inclusive sendo usado como material oficial, respeitando a citação dos direitos autorais
(Saiba mais: http://cobralt.com.br/extensaos/salvando-vidas-sbaitcobralt/)

              E como o funciona o outro programa de Prevenção, o “Programa P.A.R.T.Y.”?
               Este é um programa de prevenção canadense, trazido para o Brasil em 2008 e apoiado e organizado nacionalmente pela SBAIT desde 2013. Não há obrigatoriedade de vinculação às ligas acadêmicas, em cidades que não as tiverem, mas estas podem organizar a realização destes na sua cidade ou região, sendo membros executores do mesmo.
Em algumas regiões, as Ligas de Trauma organizam e coordenam o Programa em sua cidade, promovendo os momentos de vivência com ação em conjunto com parceiros do programa.
(Saiba mais: https://programapartybrasil.wordpress.com/)

            E nestes dois anos de gestão, o que já foi feito e o que ainda tem por fazer em relação ao CoBRALT?

            No primeiro ano, fizemos um diagnóstico dos problemas e das pendências, tentamos aparar as arestas e organizar as diretorias. Tivemos uma boa equipe de alunos que nos auxiliou nesta tarefa.

Fiquei imensamente feliz de poder contar com alguns pelo segundo ano, para manter a caminhada da organização do CoBRALT. Este ano estamos vindo com tudo, com novas ideias, inovações e um povo bem empenhado.

Em paralelo, temos o desafio de organizar junto à Diretoria da SBAIT as documentações e regulamentações necessárias para unir cada vez mais estas duas instituições e manter este elo forte para as próximas gestões.

            E quais as vantagens de uma Liga de Emergência e Trauma se filiar ao CoBRALT?

            Uma liga que se associa ao CoBRALT tem diversos benefícios, desde divulgação, apoio e até certificação (http://cobralt.com.br/associe-se/), mas também unificamos a temática em um comitê o tornando mais forte para que estas ações sejam mais fáceis de serem executadas e vistas nacionalmente.

            Alguma mensagem para os membros das Ligas de Trauma?
             As Ligas realizam atividades extra-curriculares, porém auxiliam de forma geral a formar pessoas que as frequentam. Por ter vivenciado esta história, sinto que muito aprendi e aproveitei na época da Liga.
Recomendo a todos que as frequentam, que façam de forma verdadeira, que sejam proativos e aproveitem todos os momentos para terem aprendizados e realizarem coisas que a graduação não daria oportunidade.
E para todos que estão trabalhando junto comigo, recomendo persistência e lembrar que fazemos isso como uma união e representação nacional. E me coloco a disposição para auxiliar no que for necessário.


Thiago Rodrigues A. Calderan
Médico Cirurgião Geral e Cirurgião do Trauma
Médico Assistente da Disciplina de Cirurgia do Trauma da Unicamp
Orientador da Liga do Trauma da Unicamp
Membro da Diretoria SBAIT como Orientador do CoBRALT
email: calderan@hc.unicamp.br
Instagram: @thiagocalderan

 

college essays that worked essays online essay writing help professional essay writers